Lavia Firth esposa do ator Colin Firth vai a exposição chinesa do Metropolitan of Art’s Costume Institute Gala 2015 com um lindo vestido vermelho desenhado pelo estilista Antonio Berardi feito de tecido sustentável 100% feito de garrafas pet recicladas para promover o consumo responsável no século 21. O elegante vestido usado por Livia mostra que a moda sustentável não é coisa apenas da moda Sportswear.

O processo de fabricação do tecido é assim. Em primeiro lugar, as garrafas de plástico tem de ser divididas em flocos. Após isso, elas são fundidas e são transformadas em um polímero, que se torna uma fibra. Todo o processo é feito por duas empresas italianas. O tecido pode ser feito com resistência aos raios UV, proteção solar, secagem rápida, antibacteriano, contra umidade e propriedades térmicas.

O vestido é uma reprise de um outro modelo desenhado por Berardi para Lavia Firth no “Desafio do Tapete Verde” em 2012, onde a sustentabilidade se reúne com a moda num evento com a participação de estilistas e celebridades. Os vestidos, ternos e acessórios usados ​​no Desafio deveriam aumentar a conscientização sobre a moda sustentável seguindo os conceitos do slow fashion.

Nesse novo vestido, Berardi explorou o tema oriental, em honra da exposição chinesa do Met Gala, ao mesmo tempo expondo a flexibilidade de fibras recicladas utilizadas no tecido Newlife. Outra ideia interessante de tecido 100% reciclado com garrafas pet é o tecido Plastex feito de forma artesanal.

A produção do Newlife é feita por processos 100% mecânicos em vez de meios químicos, economiza 60% de energia, 30% das emissões de CO2 e 94% de água em comparação com a tomada de poliéster tradicional. É tecido na Itália pelo fabricante têxtil Saluzzo Yarns. O tecido é utilizado em moda para roupas esportivas, roupas íntimas, roupas médicas, roupas comerciais e decoração. Georgio Armani também utilizou o Newlife num lindo vestido preto para Livia Firth no Prêmio do Globo de Ouro de 2012.

Colin Firth, se juntou a esposa em fazer uma escolha verde usando um terno de lã 100% orgânico feito por Tom Ford, o mesmo que ele tinha usado em 2011 nos prêmios da Academia. A escolha do casal de celebridades de usar não só tecidos sustentáveis, mas a reutilização de roupas de eventos anteriores, é uma declaração sobre o consumo responsável, no século 21.

Gostou do tecido sustentável 100% feito de garrafas pet? Comente.

DEIXE UMA RESPOSTA