As antigas técnicas de estamparia por cilindro e quadro e as máquinas tradicionais de bordado eletrônico, estão perdendo terreno na indústria de vestuário por causa do apelo sustentável. Numa época onde a sustentabilidade está se tornando uma norma na indústria e a tecnologia continua a mudar os processos de produção, muitas marcas estão migrando para a estamparia digital para estampar tecidos. Já a nova tecnologia de tingir instantaneamente um único fio em qualquer cor para fazer bordados simplifica e reduz os custos de produção.

Embora a estamparia corrida por cilindro e a quadro continuam sendo populares, muitas vezes são complexas, caras e tem limitação no número de cores e telas. Ao contrário delas, a estamparia digital e a estamparia por sublimação tem custo eficiente, rapidez de produção, ajuda as marcas a lidar com a constante mudança das tendências de moda, fácil personalização, o cliente estampa a metragem que quiser, cores ilimitadas e sem desperdício de tinta e água.

Comparando a estamparia corrida tradicional com a estamparia corrida digital, as marcas tem a oportunidade de racionalizar as despesas operacionais. A estamparia digital é mais acessível porque mantem e custos de funcionamento baixos permitindo que as marcas minimizem as suas necessidades de estoque. Além disso, pequenas tiragens são menos caras e não comprometem o orçamento.

A personalização também é possível com a estamparia digital, pois os consumidores estão se interessando cada vez mais por produtos customizáveis ​​com design democrático quando compram roupas. A estamparia digital permite que as marcas possam estampar desenhos com milhões de cores, o que satisfaz aos consumidores que estão à procura de produtos de vestuário únicos. A estamparia digital também permite que as marcas possam mudar de estilo rapidamente respondendo a constante transformação no varejo.

Enquanto o e-commerce continua a crescer, as marcas estão usando a estamparia digital na migração para outros modelos de negócios, incluindo o “veja agora, compre agora” e o fast fashion. As marcas de fast fashion viram na estamparia digital uma grande aliada devido a uma combinação de baixas tiragens, baixos custos de funcionamento e capacidade de personalização rápida. Há alguns anos, as marcas teriam de esperar meses desde a seleção da matéria prima até a roupa acabada. A estamparia digital não requer a grande quantidade de trabalho, tempo e recursos associados à produção de vestuário tradicional, diminuindo consideravelmente o consumo e desperdício de água e tinta.

Em vez disso, ela age como uma solução “tudo-em-um” para marcas que querem baixar custos e ter uma mercadoria diferente. A estamparia digital está ganhando força na indústria da moda e nos próximos anos, é possível que mais marcas vão adotar essa tecnologia que lhes permite cortar custos, personalizar suas roupas de forma rápida e na quantidade desejada além de utilizar uma técnica mais sustentável para disputar o concorrido mercado de moda. E os bordados? Qual é a mais nova revolução tecnológica nessa área?

A estamparia digital e a coloração instantânea de bordados tornam a moda mais sustentável stylo urbano

A empresa sueca Coloreel criou Embroline, um anexo que se acopla á máquina de bordar eletrônica que pode tingir um fio branco instantaneamente  em qualquer cor enquanto ele está sendo usado na produção de bordados, e esse é o primeiro produto baseado nesta tecnologia. Embroline utiliza somente um único fio que pode ser rapidamente tingido e usado em praticamente qualquer máquina de bordar sem qualquer modificação. Veja a Embroline aqui.

Colorindo instantaneamente um único fio durante a produção do bordado, Embroline permite total liberdade para criar bordados exclusivos, sem quaisquer limitações no uso de cores e sem precisar ficar trocando a cor da linha. As mudanças de cor no dispositivo pode ser feita rapidamente, de uma cor sólida para outra, ou de forma gradual, para fazer transições suaves ou qualquer efeito degradê que você possa imaginar. Fantástico!

“Isso abre um mundo inteiramente novo para os designers, fabricantes de bordados e clientes de vestuário. Ele contribui para um processo de bordados mais sustentável “, disse Joakim Staberg, o fundador da Coloreel e inventor da tecnologia. O anexo Embroline oferece uma solução para alguns dos maiores desafios da indústria de bordados. Necessitando apenas de um carretel de fio por cabeça, Embroline vai levar a indústria para um novo nível.

Manipular um grande estoque de bobinas de fios coloridos e a recauchutagem tediosa das máquinas de bordar pode em breve ser coisa do passado. Embroline é uma solução versátil para aumentar a produção, lucros e crescimento das empresas pois garante que os fabricantes de bordados sempre tenham exatamente a cor certa disponível quando precisarem. Os únicos materiais necessários são os cartuchos de fio base e tinta Embroline.

Sem a necessidade de substituir o carretel de fios coloridos, significa desperdício mínimo. A reduzida necessidade de cortes de fios significa um mínimo de nós na parte de trás do tecido com uma maior qualidade no bordado e um aumento na velocidade de produção. Com Embroline, os fabricantes de bordados podem colorir exatamente a quantidade de fios que precisam para cada produção.

Assim, nenhuma linha é desperdiçada e nenhum corante foi utilizado para tingir os fios industrialmente, eliminando assim a poluição das águas por resíduos químicos do tingimento além de eliminar todo tempo e energia para tingir os fios. As novas tecnologias de produção são grandes aliadas da sustentabilidade e do design.

1 Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA