Uma nova maneira de tingir em massa o denim usando pulverizações em vez dos tradicionais métodos de tingimento está sendo usada atualmente por fábricas têxteis selecionadas na Índia, Turquia e Paquistão, que poderia reduzir significativamente o impacto ambiental da produção de jeans em todo o mundo. O processo original de tingimento de spray indigo foi introduzido pela primeira vez no ITMA Milan 2015 pela DyStar e pelo fabricante alemão de máquinas têxteis RotaSpray, mas naquela época não era escalável para o tingimento em grandes fábricas de denim.

No entanto, as duas empresas disseram que melhoraram essa técnica de tingimento de índigo “sem sal”, o que também evita o uso de agentes redutores químicos agressivos  para acelerar as capacidades de produção de denim tingidas por pulverização. Esta nova tecnologia possui importantes certificados de sustentabilidade e oferece alta flexibilidade para tingir pequenos lotes de denim, redução de uso de água e descarga de efluentes de menor impacto no processo de tingimento do fio e mudanças de receita simplificadas. Saiba mais aqui. 

Empresas se unem para diminuir o impacto ambiental na fabricação de jeans stylo urbano

Alliance for Responsible Denim (ARD) é uma iniciativa da Universidade de Ciências Aplicadas de Amsterdã em colaboração com a House of Denim, Circle Economy e MADE-BY. A ARD trabalha em conjunto com marcas de jeans e fabricantes de denim internacionais para combater o impacto ambiental na fabricação do jeans. Marcas que aderiram à ARD no primeiro ano são G-Star, Nudie Jeans, Kings of Indigo, Kuyichi, CoolCat, Just Brands e Imps&Elfs. Além disso, os fabricantes de denim Bossa, Kilim Denim, Orta Anadolu, Tavex, Tejidos Royo e duas fabricantes de fios aderiram à iniciativa.

A ARD quer mudar a percepção da indústria do jeans de ser a área “mais suja” da indústria da moda. A produção de peças jeans utiliza enormes quantidades de água, energia e produtos químicos. A produção de um par de jeans pode usar até 7.000 litros de água e usar muitos produtos químicos potencialmente nocivos para processar e tingir esses jeans. Como parte da Aliança, as marcas participantes e fábricas de denim estão trabalhando juntas para criar técnicas de produção mais sustentáveis ​​e promover em larga escala o uso de denim feitos com fibras reciclados pós-consumo.

A ARD pretende continuar a incentivar as marcas participantes a usar tecidos denim reciclados e desenvolver estratégias para recolher peças jeans velhas para reciclagem. A ARD também quer aumentar seu alcance para conseguir o maior impacto possível e, portanto, está convidando todas as marcas jeans e de denim a aderir à Aliança.

DEIXE UMA RESPOSTA