A moda tecnológica está ganhando cada vez mais impulso. O fundo de investimento japonês Asics Ventures, criado em novembro de 2016 pela marca de artigos esportivos Asics fez seu primeiro investimento de capital na startup japonesa Ai Silk, fundada em 2015 e especializada em tecidos condutores que são confortáveis ​​na pele, cuja tecnologia foi desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Tohoku. A Ai Silk desenvolve seda para roupas inteligentes.

Muitos dispositivos que recolhem dados corporais em contato com a pele tendem a irritar a pele do usuário quando usados por longos períodos de tempo. Mas a Ai Silk desenvolveu uma tecnologia de fibra de seda condutora que é confortável de usar. O tecido é altamente absorvente, não provoca reações alérgicas, permite alta condutividade para recolhimento de dados corporais e é fácil de usar.

Uma das principais estratégias no plano de crescimento do Asics 2020 é criar inovações distintas e a marca de artigos esportivos tem investido no desenvolvimento de produtos revolucionários, serviços e processos que poderiam mudar os estilos de vida e experiências dos clientes. Asics Ventures foi criada a fim de buscar inovações num ritmo mais rápido, e tem vindo a colaborar com startups que desenvolvem produtos, tecnologias e processos inovadores para criar valor e através do desenvolvimento de novos negócios.

As inovadoras fibras condutoras produzidos pela Ai Silk utilizam uma técnica de tingimento. Ao criar uma seda natural altamente condutora, a startup tem conseguido produzir eletrodos que reduzem alguns dos riscos e desafios dos eletrodos médicos convencionais, que podem causar desconforto na pele e falhar na medição devido ao suor ou outros elementos. O novo material da Ai Silk tem potencial de aplicação diversificada, para além do campo da saúde.

Startup Ai Silk desenvolve tecidos de seda altamente condutivos para roupas inteligentes stylo urbano

DEIXE UMA RESPOSTA